OSMEL SOUSA (O BRASIL PRECISA DE UM)

Fábrica de Misses
Com treinamento especializado, a Venezuela fez dinheiro e história

Em 55 anos de Miss Universo, a Venezuela foi finalista 22 vezes. Entrou para a história como o país recordista de títulos: 4 Misses Universo, 5 Misses Mundo e 5 Misses Beleza internacional. O segredo não são as mulheres, mas um homem: Osmel Sousa. Osmel era estilista e sempre gostou de desenhar rostos perfeitos. Fã dos concursos de beleza, escolhia sua candidata e a treinava escondido. Em 1979, um ano antes de se tornar presidente das Organizações Miss Venezuela, sugeriu que Maritza Sayalero fizesse uma plástica no nariz – foi a primeira candidata venezuelana a recorrer ao bisturi. Ganhou o Miss Universo. “O que isso queria dizer? Que teríamos que operar todas!”, conta Osmel.
Com visão estética e de negócio, converteu o evento em uma empresa lucrativa. Em um QG criado para treinar aspirantes à coroa, cada candidata é minuciosamente analisada e recebe sua meta: deve chegar à forma perfeita à custa de ginástica, dieta e cirurgias plásticas. Quantas Osmel julgar necessárias. “Beleza não nasce, faz-se”, diz, sem nenhum dilema ético. Seu padrão de beleza – medidas precisas, nariz fino, rosto angulado – reinou entre as misses na década de 1990. A fórmula já começa a dar sinais de cansaço – França, Israel e Suécia proibiram candidatas plastificadas –, mas está longe de ser abolida: cerca de 50% das concorrentes dos mais importantes concursos do mundo têm alguma intervenção cirúrgica.

Fonte: http://www.voy.com/228317/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s